A verdade sobre a presença das mesquitas

Vídeo de Aynaz Anni Cyrus

 

O texto abaixo é a transcrição do vídeo.

Presidente Obama: Há uma mesquita em cada Estado de nossa união. E mais de 12 centenas de mesquitas em nossas fronteiras.

Aynaz Anni Cyrus: Bem, essas 12 centenas de mesquitas sobre as quais Obama se refere com orgulho… o que significa é que… basicamente sempre que houver uma mesquita em qualquer área não é apenas um lugar sagrado onde o muçulmano vai e reza. Não! quando houver uma mesquita em qualquer lugar, é um sinal de conquista! Então aquela área foi conquistada pela sharia! Então significa que já se tem 12 centenas de áreas perdidas para a sharia. Então quando ele diz isso, muita gente está interpretando como: “oh, ele está sendo bonzinho, ele não é racista, ele é um bom presidente”. Não! Ele está se referindo ao fato de que “nós (os muçulmanos) estamos quase lá! Já temos áreas conquistadas o bastante”. E que podemos ficar trazendo mais e mais muçulmanos até que este seja um país islâmico. O significado de mesquita sempre foi… e as pessoas precisam lembrar o significado por trás de uma mesquita: elas não são “locais de oração”. Não! A primeira coisa que simboliza é que aquela área foi conquistada pela sharia. E segundo: uma mesquita é usada como tribunal sharia. Quer dizer, por exemplo, que se um marido quiser uma fátua, ou algum julgamento sobre a esposa, tudo que deve fazer é ir à mesquita, a mesquita local, falar com o imame, e daí o imame dá o julgamento e tudo certo! Então, todo mundo precisa ter essa informação sobre as mesquitas em mente. Toda vez que você ouvir que há uma mesquita sendo construída, ou se passar por uma. Este é o significado por trás. Uma mesquita pode significar um grande perigo para a sociedade!

______________________

anni cyrusAynaz Anni Cyrus é uma ex-muçulmana nascida no Irã. Dedica parte de sua vida a expor a verdade sobre a religião islâmica e aparece frequentemente no jornal The Glazov Gang.

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Somente os comunistas verdadeiros e os ativistas do ateismo conseguem derrotar os maometanos http://www.comunistasverdadeiros.tk

  2. claujamra disse:

    Muito bom termos mais material para conhecermos realmente o islamismo. Só assim podemos critica-lo com conhecimento.

  3. Raomarns disse:

    Parabéns pelas sóbrias e precisas análises. Que o Eterno possa guiar lhe, protegê lá, e torná lá sábia para destruir todos sofismas desse e de outros sistemas de engano, perversidade e morte.

  4. Eu acho que a Sharia não funciona em países democráticos como os EUA, por exemplo.
    Se fossem assim, já estaria sendo comum julgamentos de, por exemplo, apedrejamento de adúlteros nos EUA ou poligamia (ok, os Mórmos já fazem isso em suas comunidades mas poucos fazem escândalo com isso, pq será hein?)
    Além do mais, qualquer religião tem seu regulamento ou regra religiosa sendo aplicada e ninguém os julga por isso, não acho que o Islã seja uma exceção ou que mereçam serem julgados, é um exagero.
    O certo é CRITICAR O FUNDAMENTALISMO que é crescente em países ocidentais e no Oriente Médio está causando problemas em países de governos instáveis como a Síria e o Iraque e não tem nada a ver com o que a própria religião prega.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: